terça-feira, 22 de dezembro de 2015

BACALHAU À GOMES DE SÁ A MODA DA MINHA AVÓ

O bacalhau faz parte da gastronomia portuguesa pelo menos desde o século XIV,
Se no início de sua descoberta o bacalhau vinha de dificultosas pescas na Terra Nova, hoje em Portugal grande parte do que é consumido é importado da Noruega, salgado e seco, ou mesmo fresco, salgado e curado pelas indústrias portuguesas.

Durante o reinado de D. João III, sua pesca era bastante explorada e a frota de navios pesqueiros chegou a beirar os 150. Saíam em Maio e regressavam em Outubro aproveitando o período de desova do Peixe em águas menos profundas.
ESTA RECEITA FOI ADAPTADA PELE MINHA AVÓ PATERNA
RECEITA PARA QUATRO PESSOAS
 4 - BATATAS
 4– CEBOLAS
 1– PIMENTO VERDE
ENDEREÇO DA FOTOGRAFIA EM FONTE
  1 - PIMENTO VERMELHO

        

 4– POSTAS DE BACALHAU
 2ou 4 - OVOS
AZEITE, SAL, AZEITONAS – Q.B.
1 - PITADA DE GENGIBRE EM PÓ
1 -TABULEIRO DE IR AO FORNO
1- FRIGIDEIRA
Cozer o bacalhau – guardar
Cozer os ovos - guardar
Cortar as batatas e cebolas, às rodelas. Os pimentos cortados em tiras, fritar tudo junto em azeite, não muito para não ficar enjoativo, (não deixar fritar demasiado)
Fritar o bacalhau no azeite onde fritou: batatas, cebolas, pimentos
MINHA AVÓ PATERNA
Colocar no tabuleiro alternando: batatas, cebolas, pimentos, Com o bacalhau desfeado em lascas Grandinhas.
Levar ao forno bem quente durante 30 minutos
Retirar, enfeitar com os ovos cortados às rodelas, azeitonas e sirva. É de comer e chorar por mais
BOM APETITE
FONTE: minha avó: Nazareth da Conceição Simões Neves
Endereço da fotografia


 Coimbra, Dezembro de 2015  
Carminda Neves
             

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO - PADROEIRA DE PORTUGAL


Deve-se ao rei D. João IV o facto de Nossa Senhora da Conceição ter sido proclamada Padroeira de Portugal, por proposta sua, durante as Cortes reunidas em Lisboa desde 28 de Dezembro de 1645 até 16 de Março de 1646, afirmando o soberano «que a Virgem Maria foi concebida sem pecado original» e comprometendo-se a doar em seu nome, em nome de seu filho e dos seus sucessores à Santa Casa da Conceição, em Vila Viçosa, «cinquenta cruzados de oiro em cada ano», como sinal de tributo e vassalagem, a dar continuidade à devoção de D. Afonso Henriques, que tomara a Senhora por advogada pessoal e de seus sucessores.
O acto da proclamação de Nossa Senhora da Conceição como Padroeira de Portugal, efectuado com a maior solenidade pelo monarca a 25 de Março desse ano (1646), alargou-se a todo o País, com o povo, à noite, a entoar cânticos de júbilo pelas ruas, para celebrar a Conceição imaculada da Virgem, ou, mais precisamente, a Maternidade Divina de Maria. Assim se tornou Nossa Senhora a verdadeira Soberana de Portugal, não voltando por isso, desde aí, nenhum dos nossos reis a ostentar a coroa, direito que passou a pertencer apenas à Excelsa Rainha, Mãe de Deus.
Associação Autarcas Monárquicos
Em 1648 D. João IV manda cunhar moedas de ouro e de prata, tendo numa das faces a imagem da Imaculada Conceição com a legenda Tutelaris Regni – Padroeira do Reino. Em 1654 ordena que sejam postas em todas as portas e entradas das cidades, vilas e lugares do reino pedras lavradas com uma inscrição alusiva à Imaculada Conceição (lápides essas ainda hoje existentes em certos locais).
Outros reis seus sucessores continuaram a tradição deste culto de homenagem a Nossa Senhora, caso de D. João V, em 1717, que recomenda a todas as igrejas a celebração anual com pompa e solenidade da Festa da Imaculada Conceição, enquanto D. João VI emite um decreto criando a Ordem Militar de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa e a Cabeça da Ordem (lugar principal) na Sua Real Capela.
 Associação dos Autarcas Monárquicos.

Coimbra, Dezembro de 2015
Carminda neves

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

S. MARTINHO DO BISPO - COIMBRA -Quotidiano, Educação, Civismo


S. Martinho. Do Bispo e Ribeira de Frades conjunto de freguesias que. pertence ao concelho de Coimbra.
S. Martinho do bispo, propriamente, parece o despojo de todo o cocozinho de cão pertencente ao concelho de Coimbra. É encantador a falta de civismo e conceito de higiene que existe nesta populacão a dois paços da cidade do conhecento. Terra da qual reza a lenda, foi habitat de Camões. Querida de D. Pedro I, sim! aquele de D. Inês... Foi o seu fundador! Se cá viesse ficava pasmado, tanto o lixo que se encontra en todos os cantos. Os habitantes maltratam o primeiro que lhe aparace pela frente, com um cão pela trela, sem perguntar se esse 1o apanha ou não a M* do seu canino. Eu para entrar em casa tenho de fazer malabarismos, não vá por a pata num presente canino ou felino.
Todos os Sábados há um mercadinho de produtos agricolas, num local que, durante toda a semana foi retrete de caninos. Mas fica tudo em família. Os vendedores e compradores são os que por lá passearam os seus animais de estimação, que por sinal são as grandes vítimas desta grande confusão.
Será que esta Autarquia não tem um Autarca com cabeça, tronco e membros???
Porque não é aplicada a coima, que por lei está estipulada, para quem não apanha os dejetos dos seus amiguinhos??? Porque há habitantes que correm à pedrada bichinhos abandonados, famintos: de fome, frio, sede e sobretudo carinho??? Abandonados por individuos que são autenticos esgotos. A comida entra-lhe pela boca e sai pelo ânus, é o único sistema que têm na sua constituição.
Também há coisas belas em S. Martinho por ex: flores...
Noutras ocasiões darei mais noticias.
Por agora vejam as fotografias.      COIMBRA,2015  -   Carminda Neves








LOUSÃ: A VILA E A SERRA - SUGESTÕES DE FIM DE SEMANA

Lousã: vila no centro de Portugal, a 30 Kms da cidade de Coimbra.

É uma planície no sopé de serra da Lousã, é uma vila simples, não muito antiga, embora tenha tradições Romanas e mouriscas. O seu monumento mais antigo é o castelo de Arouce situado a meio da serra, num local muito aprazível, junto da ribeira do mesmo nome, a população da Lousã chama-lhe ribeira de S. João. O castelo foi mandado construir pelo rei Arunce, Senhor de Conimbriga, Penela, Lousã e outros territórios em redor. Foi nele que se refugiou com sua filha princesa Peralta quando foi vítima de uma invasão Árabe. Junto desse castelo encontra-se o monumento dedicado a Nossa Senhora de Piedade, cuja comemoração se faz anualmente precisamente no mês de Maio.
SERRA  DA LOUSÃ

O segundo monumento mais antigo é a capela da Santa Casa da Misericórdia que data da 1500. Tem foral concedido por D. Afonso Henriques. Sua mãe D. Teresa costumava passar férias no castelo de Arouce

Em pleno cume da serra da Lousã existem três antigos poços de neve. Que forneciam o gelo para a corte em Lisboa

 PLACA INDICATIVA DA FÁBRICA DE PAPEL DO PRADO
É uma vila verdejante, a serra do mesmo nome é maravilhosa com seu parque natural povoado por várias espécies animais ex.: veados, javalis águias. Visite a Lousã tem ar puro e vale a pena ver. Tem alojamentos de requinte, ex.: o palácio da Viscondessa do Espinhal foi transformado num confortável hotel.

Na Lousã há a mais antiga fábrica de papel. A 2 de Junho de 1772, por alvará do Marquês de Pombal, no reinado de D. José I, deu-se início à fabricação de papel: Prado Cartolinas da Lousã   


A HUMILHAÇÃO DA LOUSÃ: PLACAS DE CIMENTO POR ONDE PASSAVA O COMBOIO
transporte absolutamente necessário às gentes da vila.

Seu padroeiro é S. Silvestre, a sua Igreja é bela de construção relativamente recente


Por volta de 1910 a vila da Lousã foi agraciada por uma via-férrea que lhe foi retirada cerca 2012, 
atirando assim a linda vila para o isolamento.

FONTE: Texto: Carminda Neves                                              
Fotografias: Carminda Neves

Dezembro, de 2015
Carminda Neves

DITOS, DITADOS E PROVERBIOS PORTUGUESES

  Provérbios, Ditos e Ditados portugueses, que só de uma assentada me vieram à memória. Tenho pena de o meu Pai já não existir para me fazer recordar mais. Obrigada, meu Pai, por ter existido, e ser tão brincalhão. Ainda, alguns deles foram-me contados por D. Graça Palla
Dar sem olhar a quem
Cão que ladra não more
Quem nasce torto tarde ou nunca se endireita
meu pai quando cumpria o serviço militar
Lua nona trovejada trinta dias é molhada

Geada na lama chuva na cama
Em abril águas mil
Josezinho viu um ninho, e quedou-se a meditar. Foi-se ao ninho Josezinho, tratou logo de o levar. Josezinho! Que, esse ninho, é um berço de embalar
Guarda o que não presta, terás o que te é preciso
Mentiroso, mente uma vez mente sempre, nem que fale verdade, todos lhe dizem que mente
Filho és pai serás, conforme fizeres, assim acharás
 Burro velho, vale mais matá-lo, do que ensiná-lo
As chocalheiras da rua fizeram um baixo assinado, uma diz, outra confirma, Deus me livre de tal gado
Quem é inteligente, não se envaideça de o ser, porque se o é, é-o sem querer
À meia-noite se levanta o francês, não sabe das horas, não sabe do mês, tem esporas e não é cavaleiro. Tem serra e não é carpinteiro
Lá em cima está o tiroliro liro, lá em baixo está o tiroliro ló, sentaram-se os dois à esquina a tocar a concertina a dançar o solidó
Corpo doente dura para sempre
A barriga não tem fiador
Da discussão nasce a luz
Carminda neves e D. Graça Palla
A culpa morreu solteira
Velhos são os trapos

A galinha da vizinha é sempre melhor que a minha
A noite é boa conselheira
Deus dá nozes a quem não tem dentes
A ocasião faz o ladrão
Laranja, de manhã é ouro, à tarde é prata, à noite mata 
A necessidade aguça o engenho
Dai a César o que é de César, a Deus o que é de Deus
A ociosidade é a mãe de todos os vícios
 Razão e verdade fogem quando ouvem disputas
Hora a hora Deus melhora
A preguiça morreu à borda da água com a sede
 Vaidade, é o espelho dos tolos

Oh senhora, tu não vás, à meia-noite à cozinha, está o abano repimpado  a namorar a vassourinha – querida vassoura quando serás minha – sou sempre tua, estou sempre na cozinha
- Varre querida vassourinha
- Abana, abano, não sejas maçador
O casamento e a mortalha no Céu se talham
Água mole em pedra dura, tanto dá até que fura
Quando, mija um português, mijam logo dois ou três
MÃOS D. Graça e Carminda
Amigos, amigos, negócios à parte
Vozes de burro, não chegam ao Céu
Amor com amor se paga
De noite todos os gatos são pardos
Quando um burro zurra, os outros baixam as orelhas
Antes quero Asno que me leve, que Cavalo que me derrube
Ao menino e ao borracho põe Deus a mão por baixo
Mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo
As moscas apanham-se com mel, não com vinagre
 Cadelas apressadas parem os filhos cegos
Roma e Pavia não se fizeram num dia
Ri melhor, o que ri por último

Margarida, a tua vida, não a contes a ninguém, uma amiga tem amigas, outra, amiga, amigas tem.
Quando a esmola é muita, o santo desconfia
cores de Coimbra
Atrás de mim virá quem bom me fará
Vaso ruim não quebra
O que é barato sai caro
Até ao lavar dos cestos é vindima
Zangam-se as comadres, sabem-se as verdades
O hábito não faz o monge
Velho casado com nova, filhos até à cova
Não te importes da raça, nem da cor da pele. Ama a todos, como irmãos e faz o bem.
Na melhor toalha cai a nódoa
Há males que vêm por bem

Viver não custa, custa é saber viver
             
                 FONTE: Armando das Neves
                                D.Graça Palla
                                 Carminda Neves

COIMBRA, DEZEMBRO DE 2015
  CARMINDA NEVES            

            

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

FIBRA ÓTICA

video
FIBRA ÓTICA
Da descoberta do vidro; primeiro opaco, há milhares de anos, belo, passando pelos cristais maravilhosos! Não esquecendo o vidro murano trabalhado, os grades lustres até ao mais pequenino coração. As lentes que auxiliam quem tem dificuldades de visão. Passamos pela fotografia e suas imagens maravilhosas. Não devemos esquecer que a luz acompanhou sempre a evolução do vidro. Chegamos finalmente ao dia em que um inglês, que gostava de praticar tiro ao arco, se lembrou que o vidro poderia ser distendido à velocidade da fecha, distendendo a sua forma até quase invisível. Das suas experiências surgiu a famosa fibra de vidro, que hoje, é utilizada em tudo desde a medicina até ao mais simples telemóvel. Apresento um pequeno filme resumo,de um documentário apresentado no Canal História.

Agosto de 2015
Carminda Neves

terça-feira, 25 de agosto de 2015

PRÉMIOS FUNDAÇÃO PT PORTUGAL

Carminda Neves




 
Carminda Neves com o diploma de melhor Blog +50
Prémio dado pela Fundação PT 

CARMINDA NEVES

Os dados pessoais foram resumidos dos que se enviaram para o concurso.


NASCI NA ALDEIA DO PEREIRO
DA FREGUESIA DE SERPINS
DO CONCELHO DA LOUSÃ
 DO DISTRITO DE COIMBRA

MORO EM COIMBRA





ACERCA

Nasci em Portugal,na Freguesia de Serpins no Concelho da Lousã, Distrito de Coimbra  num dia qualquer do mês de Outubro, também, de um ano qualquer.Moro em Coimbra, cidade onde exerci a minha profissão, durante, mais de 30 anos. Sou Enfermeira embora esteja aposentada há cerca de 8 anos.O que mais gostava na minha profissão era o contacto direto com as pessoas. Saber que se está a ser útil, e sobretudo a cuidar com amor de pessoas desprovidas da sua saúde, fragilizadas, debilitadas pela doença e pela idade e muitas vezes abandonadas pela família(filhos) que, seria quem mais as devia apoiar, é muito importante. Frequento as aulas de informática, precisamente desde 2008.  Gosto de ler, de fazer pesquisa sobre a vida, viajar, de correr sob a chuva. Amo as crianças, assim como os animais, respeito os idosos, grupos que considero indefesos, incapazes de se defenderem das injustiças das instituições e de tanto verme que circula pelo nosso planeta. Gosto também de  
dançar, de musica. Amo a vida até determinado ponto. Que ponto? não sei!!!Só sei que queria ter uma morte rápida, Gostava que o mundo fosse brilhante e puro como o diamante! Tenho um sonho. Que um dia todas as pessoas sejam iguais.O meu nome é Carminda
BLOG PESSOAL
 
Carminda com professora Cátia no dia em que esta
 lhe entregou o prémio





Data de criação: Outubro de 2009

Breve descrição do blog:

BLOGUE
   Este Blogue é sobre História e Lendas do mundo, embora, por vezes, vise problemas sociais, pois também eles fazem parte da História. Falo também sobre animais, idosos e crianças. Em Portugal a lei para proteger os mesmos é muito escassa. Quero dizer, no Blogue público mensagens que visem a vida de todos os seres vivos. Tudo o que envolve a vida, faz parte da história.
As mensagens sobre as quais me debruço com mais frequência é precisamente sobre História mundial, seguindo-se as Lendas principalmente portuguesas
 Este Blogue existe desde Outubro de 2009, desde essa data, que público, mensagens, mensalmente, mais do que uma cada mês.
   


alguns colegas da minha turma de informática na Universidade
Aposenior - Coimbra. No grupo encontra-se a reitora da Universidade
Conforme se diz abaixo este blog foi premiado pela Fundação PT, em junho de 2015.
Obrigada à fundação pelo prémio, para mim foi muito importante, e também um grande incentivo para continuar.
Obrigada à professora Cátia pelos seus ensinamentos de informática e pelo incentivo para concorrer aos Prémios da Fundação PT -BLOG + 50. Obrigada à Universidade Sénior- Aposenior- de Coimbra por existir e eu a poder frequentar.
Carminda Neves

Parabéns à Carminho Antunes !!!!
No âmbito da participação da nossa Universidade Sénior nos Prémios Fundação PT – Blog +50, a Fundação PT premiou a nossa amiga, pelo seu Blog Individual - http://historiadalousa.blogspot.pt.
É de salutar o empenho e dedicação de todos os que participaram nesta iniciativa. Já sabíamos que tínhamos valor, ora aqui está mais uma prova disso mesmo!


HISTORIA E LENDAS DO MUNDO, COIMBRA, LOUSÃ BRAS,L TURQUIAhstoriadalousa.blogspot.com
HISTORIADALOUSA.BLOGSPOT.COM|  DE CARMINDA NEVES






segunda-feira, 17 de agosto de 2015

ABANDONO DE IDOSOS

Muitos filhos não cuidam de seus pais por desamor! simplesmente não os amam, têm nojo da velhice, eles ou os seus cônjuges e até os seus filhos (netos do idoso). Mas querem as suas heranças, às quais, muitas vezes chamam, a sua (deles filhos “ fortuna”. Estas coisas a que chamam filhos esquecem que um dia serão velhos e estarão na mesma condição
Os idosos não são só abandonados em lares e hospitais: são abandoados na rua, (sem abrigo) abandonados em seus domicílios, onde muitas vezes são encontrados os seus corpos já sem vida, por vezes há muito tempo (anos)
    Sou completamente de acordo, que os filhos que atiram Os seus pais aos “corvos”, como se diz na aldeia onde nasci, sejam deserdados, quem não cuida não deve ter direitos. Os idosos devem ter condições, para agradecer do modo que achar melhor, a quem deles CUIDA
Os filhos têm o dever moral, ético e material de cuidarem de seus pais, tal como foram cuidados por eles na sua infância. Quem abandona os seus idosos não são as famílias carentes, mas sim as que têm possibilidades financeiras e muito poder económico. Os filhos que não cuidam de seus pais deviam ser deserdados sim! Muitas vezes sim!!!!!!!!!!! chega de desumanização e abandono por parte de todas as entidades. Que os pais abandonados, pelo menos, se sintam amados, e possam agradecer a quem os cuide com dignidade.
Abandonados, maltratados, despidos de tudo o que um dia lhes pertenceu e pertence por direito, vitimas de peculato pelos seus próprios filhos, que são quem mais os devia amar, honrar, e respeitar, os idosos fragilizados pela idade e pela doença, atirados para a rua como se fossem trapos velhos, dos quais se tem nojo. Como eu vi desta miséria durante a minha vida profissional (enfermeira) 30 e alguns anos. Como eu, ainda hoje, continuo a presenciar esta miséria humana, ou (humanoide)! Para quando as leis que terminem com este extremismo? Quando é que os governantes, deste país, acordam? E fazem cumprir as leis morais? Já que as civis lhe passam ao lado? Apesar de estarem escritas? (Noutros países) Os idosos choram lágrimas de sangue! e esse sangue pede justiça.

     Filhos?! Que pedem a morte de seus pais. Filhos!? Que maltratam quem ousa socorre-los, dar-lhe amor, carinho, ternura, restituir-lhe a honra e orgulho de se sentir humano e útil, que ousam integra-los no seu agregado familiar, como se seus pais fossem. Filhos!? Que chamam aos bens de seus pais, que eles adquiriram, muitas vezes, com sangue, suor e lágrimas, (a minha fortuna!) vejam só! a ironia! Para não dizer crime! Filhos?! Que dizem: o velho vai para casa de b? Então vai ser muito bem tratado. Assim velho nunca mais morre! Pergunto? Não há crime nesta frase? Respondo: há! (isto foi dito por nora, quando um idoso pediu a familiares indiretos para o retirarem da solidão de sua casa após morte de sua esposa). Não estava a conseguir fazer seu luto sem auxílio. Sentia-se a morrer "devagarinho" filhos!? Que quando os seus pais os visitam, na esperança vã de serem convidados, a ficar para viver o resto dos seus dias com paz, lhe oferecem um quarto num vão de escada, apetrechado com máquinas de fazer ginástica. Quando a casa tem quartos vazios em condições habitáveis, (até luxuosos) e lhes dão a entender claramente que têm nojo dele. Enfim: filhos!? Portadores de muita ganancia, e desejo criminoso, de serem donos do que ainda não lhes pertence, porque nada fizeram ou, ajudaram a fazer, para o ganhar.
Para quando? Em Portugal a lei que permita! a um pai ou mãe poder deserdar seus filhos e viver o resto dos seus dias com a paz e descontração que não tiveram na sua vida ativa?

FINALMENTE A LEI. Que tanta “merda” que há por aí, que se diz filho pague bem caro pelos crimes: de abandono, privação de alimentos ao bloquearem o acesso às contas bancárias e reformas dos seus progenitores!... Maus tratos psicológicos, acompanhados de maus tratos físicos, desprezo, ódio! Nojo da pessoa idosa, invasão do domicílio, roubo de documentos que poderão comprometer herdeiros, que estes paguem com juros muito altos as suas atrocidades!... que paguem também quem os apoia!... Basta de se julgarem donos do que é de seus pais, ainda com eles vivos! Afinal quem morrerá primeiro? Chega de crimes em nome da consanguinidade!

Coimbra, agosto de 2015
Carminda Neves

Quem maltratar os pais será impedido de receber herança

A Estratégia de Proteção ao Idoso, promovida pelo Ministério da Justiça, pretende “enunciar de forma expressa e clara os direitos dos idosos”.



 A criminalização do abandono de idosos que foi esta quinta-feira aprovada em Conselho de Ministros, cujas alterações serão levadas à Assembleia da República apenas na próxima legislatura, vai deserdar aqueles que maltratem os seus pais, adianta o Jornal de Notícias.
PUB
Conforme já se verifica na lei atual, qualquer pessoa pode deserdar o seu herdeiro legítimo, se este tiver sido condenado por algum crime contra a sua pessoa (desde que fique expresso em testamento).
Com as alterações propostas na Estratégia de Proteção ao Idoso pelo Ministério da Justiça, o direito à herança deixa de existir se o herdeiro tiver sido condenado por “crimes de maus tratos ou por crime de violência doméstica”.
Uma prática que já existe em casos de homicídio. O beneficiário, quando condenado, é impedido de herdar da pessoa que matou.
A Estratégia de Proteção ao Idoso, pode ler-se no comunicado do Conselho de Ministros, "pretende-se enunciar de forma expressa e clara os direitos dos idosos, o que representa a assunção de um conjunto de princípios orientadores na interpretação e aplicação das normas legais, bem como no desenvolvimento de políticas adequadas à proteção dos direitos dos idosos".
O estatuto do idoso só passará a ser lei depois de ser aprovado no Parlamento, sendo que tal aprovação implicará alterações ao Código Penal.  
Esta resolução prevê que as pessoas que abandonem idosos, seja num hospital ou em qualquer outro estabelecimento de prestação de cuidados de saúde, incorram num crime.
www.noticiasaominuto.com/pais/435957/quem-maltratar-os-pais-sera-impedido-de-receber-heranca



.